Celso Moreira: o concierge da top list da Forbes


Olá,

Hoje quero falar sobre meu grande amigo Celso Moreira.

Eu o conheci há quase 11 anos, quando vim pela primeira vez para Nova York, cobrir o desfile da Rosa Chá / Amir Slama. Ele sempre foi muito gentil e logo nos tornamos "amigos de infância".

Ao longo dos anos acabamos perdendo contato, mas quando nos reencontramos, depois de quase 10 anos, era como se esse tempo todo não tivesse passado.

Celso é considerado um dos top concierges de NY. Sigilo ,eficiência , rapidez em transformar missões  impossíveis em sonhos inesquecíveis, e a incrível habilidade de entender o hóspede garantem seu sucesso. Profissional imprescindível na hotelaria, é o concierge quem assiste a cada uma das pessoas hospedadas no estabelecimento, atendendo desde pedidos simples até os mais extravagantes.

Formado em administração de empresas com ênfase em marketing internacional, pela FAAP, em São Paulo, ele mudou-se para Nova York para fazer MBA em "Business International". Começou a trabalhar no Paramount Hotel, de Ian Schrager, o mesmo dono do famoso Studio 54.

Celso foi também um dos 14 concierges do "Four Seasons", um dos melhores hotéis de Manhattan. Em uma rotina nada comum e sem monotonia, celebridades e VIP's do mundo todo já estiveram com ele. “Um dia você precisa achar um jato particular para uma reunião de última hora em Paris e, no outro, você aluga uma vila na Itália para um noivado. Certa vez abrimos a loja Tlffany especialmente para que uma noiva pudesse escolher o seu anel de noivado perfeito", conta Celso, que tem como lema: "O difícil, imediatamente; o impossível demora mais alguns minutos". 

Ele ainda relatou que a parte "Towers" do hotel é a casa do presidente dos Estados Unidos, quando ele fica na cidade, assim como da maioria das celebridades. "Muitos de meus clientes são hóspedes fiéis, passando a tradição de geração para geração. Alguns já chegam para mim e pedem a reserva no restaurante de costume. Aí vão nossa memória e  anotações. Muitos deles querem provar pratos diferentes, mas alguns querem ir ao mesmo restaurante, sentar na mesma mesa e comer o mesmo prato. É por isso que depende de nós e de nossa capacidade de prever a singularidade de ser autêntico. Esta é uma cidade que evolui. É muito difícil manter-se atualizado com todos os restaurantes, clubes, museus, exposições de arte, e locais históricos. Quanto mais informações temos do hóspede, mais facilita o trabalho. Há algumas perguntas básicas que faço: Estamos comemorando alguma data especial? Você tem alguma restrição alimentar? Há alguma coisa que você gostaria de solicitar do chef, que tenha gostado da última vez? Algum ambiente especial? Isso me ajuda a ter certeza de que eles ficarão satisfeitos.”

Se a pedido é : "Celso, surprise me",  aí vem a capacidade de ler e conhecer meu hóspede.

Eu já fui em vários restaurantes reservados pelo Celso e, quando cheguei, sempre tinha uma taça de champagne oferecida por ele. São estes detalhes que fazem a diferença e torna a viagem inesquecível.

Por isso ele é altamente requisitado todos os dias… tinha que ser brasileiro!

Te amo e obrigada por tudo!






Photos: Fernanda Calfat